Diário de um Universitário #8

Estes três meses aqui em Florianópolis deram-me uma visão diferente de vida. É fato que eu já pensava bastante sobre tudo e todos, mas levar uma vida sozinho, sem os seus familiares e amigos que te acompanharam por um bom tempo da sua vida, é algo totalmente diferente. Ou não. Posso até me assemelhar às personagens dos grandes escritores românticos – e alguns realistas/nacionalistas/simbolistas -, que saem da cidade pequena para ir estudar na capital. E é realmente isso.

Anúncios

About jorgedoprado

Doutorando em Ciência da Informação (UFSC), Mestre em Gestão de Unidades de Informação (UDESC), Bacharel em Biblioteconomia (UDESC). Ver todos os artigos de jorgedoprado

3 responses to “Diário de um Universitário #8

  • Diego Reigoto

    Cara, saí da minha cidade pequena aos 15 anos para fazer ensino médio numa escola melhor. Nunca mais voltei. 9 anos depois, vejo o acerto que foi, apesar dos perrengues do início!

  • daniele

    Não mudei muito quando vim pra cá. Só deixei de ser ingênua e passei a valorizar mais a minha família e o lugar em que nasci. Viver é muito mais deprimente nas grandes cidades.

  • Mione

    É isso, meu caro. Valorizamos muito mais após a perda.

    Eu aprendi isso quando perdi Rio Negrinho e tudo que tem aqui. E reaprendi quando perdi Florianópolis e tudo que tem aí.

    Mas é a vida, eu não sei mais o que fazer.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: