Diário de um universitário #9

Pela primeira vez retorno a Rio Negrinho!
Mesmo com duas aulas de Introdução à Biblioteconomia e Ciência da Informação na quinta-feira de manhã, peguei o ônibus às 21h de quarta. Eu queria rever todo o pessoal do cenecista e anteceder a viagem seria necessário por causa do feriado.
Passei toda a manhã no colégio. Conversei com todos os professores e funcionários e ainda com váááários alunos – alguns, inclusive, da 2ª série cobraram se eu sabia o nome deles! À noite já estava rouco de falar sempre a mesma história, de como está aqui em Florianópolis e tal.

No sábado teve gincana! Mesmo minha mãe não querendo que eu fosse, eu fui. Como a minha antiga equipe desintegrou-se eu entrei para a Café no Bule. Gincana em Rio Negrinho é tradição e TODA a cidade participa, direta ou indiretamente. Fui à noite no centro das provas, já que era a última noite de gincana e haveria algumas provas de palco. Não participei de nenhuma. Depois veio a Caça ao Tesouro, que eu já tinha garantido à minha mãe que não iria, já que Caça ao Tesouro é sinônimo de virar a madrugada e ela não queria (nem eu) que ficasse dormindo o domingo do meu aniversário e a família toda na sala. Mas eu fui! Não resisti. Saímos perto das 23h em busca de uma pista que estava numa igreja a 10km de distância do centro da cidade! E a Caça da Gincana é uma legítima Caça, com direito a lanternas, escavadeiras, cordas, quadriciclos (admito que este meio de transporte só a nossa equipe tinha), bússola e mato, muuuuuito mato. Eu não estava preparado estilisticamente falando, pois usava Allstar, jeans e blusa de lã. Mas fui… e ajudei com cálculos, pistas envolvendo as histórias de Lobato. Subi morro, desci, quase mergulhei, corri e às duas e meia da madrugada encontramos o tesouro, que estava enterrado debaixo de umas árvores. Felicidade total! Todos correram para os carros e juntos voltamos para o centro da cidade com uma bela carreata!
Soube do resultado hoje. Ficamos em segundo lugar. Mas valeu a pena!

Todos os momentos em Rio Negrinho valeram a pena! Percebi que muitas pessoas gostam de mim, percebi que tenho o poder de emocionar algumas pessoas, que mudei muito desde que vivo aqui.

E isso me deixa feliz.

Anúncios

About jorgedoprado

Doutorando em Ciência da Informação (UFSC), Mestre em Gestão de Unidades de Informação (UDESC), Bacharel em Biblioteconomia (UDESC). Ver todos os artigos de jorgedoprado

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: