Li em 2008

Agora a minha relação de livros recebeu uma classificação de estrelas. Quanto mais estrelas, obviamente, melhor o livro.

 

Janeiro

1. A Sombra do Vento, de Carlos R. Zafón   *****
2. O Segredo do Anel, de Kathleen McGowan   ***
3. Um, de Richard Bach   **
4. Quando Nietzsche chorou, de Irvin D. Yalom   ****
5. O Caçador de Pipas, de Kaled Hosseini   **
6. O Perfume, de Patrick Süskind   *****
7. Saí da Microsoft para mudar o mundo, de John Wood   ***
8. A Luneta Mágica, de Joaquim Manoel de Macedo   ****
9. Feliz Ano Velho, de Marcelo Rubens Paiva   *
10. Tudo é Eventual, de Stephen King   *****

Fevereiro

11. O Diabo veste Prada, de Lauren Weisberg   ***
12. Tamanho 42 não é gorda, de Meg Cabot   **
13. Hercólubus, de Rabolú   (não merece estrelas)
14. Eu sei que vou te amar, de Arnaldo Jabor   ***
15. Mantenha o seu cérebro vivo, de Lawrence Katz   **
16. Eu sou o Mensageiro, de Markus Zusak   ****
17. Intercâmbio – coisas que todo jovem precisa saber, de João M. de Melo   **
18. O Médico Doente, de Drauzio Varela   ***
19. Por um fio, de Drauzio Varela   ****
20. Pornopolítica, de Arnaldo Jabor   **

Março

21. Ensaio sobre a cegueira, de José Saramago   *****
22. Memórias de minhas putas tristes, de Gabriel M. Márquez   **
23. O Menino do pijama listrado, de John Boyne   ***
24. O Grande Minerador, de Pedro Marodin   *
25. O Código das Águas, de Lindolf Bell   **
26. Como falar dos livros que não lemos?, de Pierre Bayard   ****
27. Encontros de Abismos, de Júlio Queiroz   **

Abril

28. Bagagem, de Adélia Prado   *
29. Melhores Poemas de João Cabral de Melo Neto, Antônio Sachin   ****
30. A Distância entre nós, de Thrity Umrigar   ***
31. Contos, de Machado de Assis   *****
32. O Vôo da Guará Vermelha, de Maria Valéria Rezende   **
33. Os Anjos de Badaró, de Mario Prata   ***

Maio

34. 1808, de Laurentino Gomes   ***
35. Ed Mort & outras histórias, de Luis Fernando Veríssimo   ****
36. O Analista de Bagé, de Luis Fernando Veríssimo   **
37. Outras do Analista de Bagé, de Luis Fernando Veríssimo   *
38. Poesia numa hora dessas?!, de Luis Fernando Veríssimo   **
39. A Décima Segunda Noite, de Luis Fernando Veríssimo   ***
40. O meu pé de Laranja-Lima, de José Mauro de Vasconcelos   **
41. O Guardião de Memórias, de Kim Edwards   *
42. 1984, de George Orwell   ****

Junho

43. O Cobrador, de Rubem Fonseca   ***
44. O beijo no asfalto, de Nelson Rodrigues   *
45. A paixão segundo G.H, de Clarice Lispector   ****
46. As cidades invisíveis, de Italo Calvino   *****
47. Rua dos Cataventos & outros poemas, de Mario Quintana   **
48. O menino no espelho, de Fernando Sabino   **
49. A hora da estrela, de Clarice Lispector   ***
50. Poesia 1959-1979, de Hilda Hilst   **
51. Iracema, de José de Alencar   **
52. James Lins – o playboy que não deu certo, de Mario Prata   **
53. Mais comédias para ler na escola, de Luis Fernando Verissimo (exemplar autografado!)   **

Julho

54. A elegância do ouriço, de Muriel Barbery   *****
55. As memórias do livro, de Geraldine Brooks   ***
56. O opositor, de Luis Fernando Verissimo   **
57. Toda Mafalda, de Quino   *****
58. Homens e algas, de Othon d’Eça   *

Agosto

59. O vendedor de sonhos, de Augusto Cury   **
60. Incidente em Antares, de Erico Verissimo   *****
61. As boas mulheres da China, de Xinran   ***
62. Água para elefantes, de Sara Gruen   ***
63. Winterverno, de Paulo Leminski e João Suplicy   ****
64. Minhas histórias dos outros, de Zuenir Ventura   **

Setembro
65. A invenção de Hugo Cabret, de Brian Selznick   *****
66. Meus poemas preferidos, de Manuel Bandeira   **
67. Chica Pelega – a guerreira do Taquaruçu, de A. Sanford de Vasconcelos   **

Outubro
68. O vencedor está só, de Paulo Coelho   *
69. Olhar Crônico, de César Tralli   ****
70. Caixa-Poema “Vertebrais”, de Rubens da Cunha   *****
71. O segredo das coisas perdidas, de Sheridan Hay   ***
72. Noites Brancas, de Fédor Dostoievski   ****
73. O Jardim do Diabo, de Luis Fernando Verissimo (exemplar autografado!)   ****

Novembro
74. Crepúsculo, de Stephenie Meyer   *
75. O mundo é bárbaro – e o que nós temos a ver com isso, de Luis Fernando Verissimo   ***
76. Firmin, de Sam Savage   *****
77. História do Livro em cinco mil palavras, de Hipólito Escolar   ***
78. Carta ao Pai, de Franz Kafka   ***

Dezembro
79. Estrela da Manhã & Libertinagem, de Manuel Bandeira   **
80. Os Contos de Beedle, o Bardo; de J.K.Rowling   ***
81. O amor que acende a lua, de Rubem Alves   **
82. O Jogo do Anjo, de Carlos Ruiz Zafón   *****

Anúncios

7 responses to “Li em 2008

  • Suiany Zimermann

    Nossa,estou surpresa,quando vi uma metéria com vc no jornal fiquei curiosa para ver seu blog,mais eu muito acomodada so visiteio-o hoje porém me arrependi de não telo visto antes,seus comentários críticas e elogios me surpreenderam….adorei o jeito como vc fala de literatura…

    Gostaria de saber oque vc achou do livro:O caçador de Pipas,pois eu o li….

    E tbm saber se o livro:A distancia entre nos é bom…

    Bem é so isso espero que leia e responda meu comentário.Obrigado…Suiany Zimermann

    Olá Suiany!
    Mandei um e-mail para você!
    Confira!
    Jorge

  • karmaeeffect

    cara parabens pelo seu blog esta muito legal.

    queria saber como você consegue ler tantos livros? quantas horas por dia lê?faz leitura dinâmica?

    desculpe-me fazer essas perguntas mas sou um aspirante a leitor e onde moro é dificil conversar sobre esses assuntos, compartilhe seus conhecimentos que eu acho que você o tem.

    Obrigado William pelo comentário! Você não sabe o quão importante é quando alguém comenta o seu blog, pois assim percebemos que há mais pessoas que compartilham da mesma idéia. Continue visitando sempre! Visite minha Área Vip na Abril, você irá gostar!
    Mas deixe-me responder às suas perguntas. Eu não tenho muito tempo para ler não. Trabalho num colégio e ainda estudo à noite, quase não me sobra tempo. Porém, o tempo que sobra eu estou lendo: leio quando vou trabalhar, no almoço, durante o intervalo do trabalho e da aula e antes de dormir. Isso durante a semana. Já no final de semana, eu leio muito mais, tenho mais tempo (quando não trabalho no final de semana, claro). Leitura dinâmica? Não, não. Li sobre o assunto, pratiquei algumas técnicas, mas acho uma leitura muito mal feita. Como serei professor de Literatura, preciso ler todos os livros com muita atenção para que possa fazer comentários interessantes. Leitura dinâmica só mesmo em jornais e algumas revistas.
    O que importa mesmo, não é o quanto você lê, mas a qualidade com que você lê. Com bastante leitura, você se acostuma e acaba devorando os livros. Quando vou à biblioteca de minha cidade (que também é pequena), as bibliotecárias dizem “Bom apetite, Jorge”, ao invés de “Boa leitura”.
    Espero que tenha respondido a sua pergunta satisfatoriamente.
    Estou mandando uma cópia desta resposta para o seu e-mail, para que veja que sempre atendo os meus visitantes.

    Forte abraço!

    Jorge Moisés

  • Alexandre Lemke

    Barbaridade! Como tu consegues ler tanto?

  • cristiano

    um espetaculo seu blog, sou iniciante nas leituras, li cinco ou seis livros e estou a procura de bons livros pra ler,pode me indicar alguns?
    estou lendo A Cabana…

    valeu muito obrigado

    Olá Cristiaono! Obrigado pela visita, primeiramente. As tarefas da faculdade deixam-me ocupado e as atualizações aqui não seguem o tempo mínimo que deveriam ter.
    Indicar alguma coisa?! Hmmm… Pergunta difícil. Seria interessante tu dizeres quais destes da minha lista que tu leste, assim fica fácil eu perceber o seu gosto. Abraço!

  • Eduardo Silveira

    … a minha visita em seu blog tinha tudo para ser silenciosa como sempre são meus passeios pela internet à fora… mas… peraí…corri os olhos por sua lista… (amo literatura, tbém)…e vi…
    que vc deu uma (uma!) estrela para Adélia Prado e seu “Bagagem”!
    Vc estava bêbado quando leu, cara?
    O primeiro (e melhor) livro dessa poetisa maravilhosa…merece no mínimo 4 estrelas…
    afinal….com 1 estrela vc coloca ela no mesmo saco da Stephany Meyer (é eu sei, escrevi errado) e seu horrível “Crepúsculo”.
    ABSURDO!

    Tudo bem, gosto é gosto e blábláblá
    …mas uma estrela, essa revoltou.

    Meu Deus, ando muito ocioso….defendendo Adélia Prado numa postagem de 2008 de um blog! Cruzes, vou abrir um livro.

    Abraço, cara. Ótimo blog.

  • Eduardo Silveira

    Putz, sou eu de novo.
    Cara, 2 estrelas para “meus poemas preferidos” do Bandeira???
    Ah, não. Assim vc me estressa.
    Um dos melhores livros de poesia brasileira.
    noto q vc lê bastante, e coisas muito interessantes. Mas Bandeira…nossa…Bandeira é tudo.
    Se vc estiver afim de dizer pq só 2 para ele e 1 para Adélia…quem sabe eu te entendesse…

    bom..eu vou indo…q eu ando falando demais nas páginas alheias…

    ah! e Oswald?
    O que acha dele?

    Abraço

  • Roseni Hott

    Gostei muito da viagem que você faz com os livros. Eu me transporto para o mundo das narrações. Quero uma opinião. O que acha de Luis Fernando Veríssimo e já leu O Jardim do Diabo, desse autor? gostaria de uma opinião, bjos

    Olá Roseni! Obrigado pela visita. Minha opinião eu enviei para ti via e-mail. Abraços.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: